25 de mar de 2013

Ponte Floyd Rose

Floyd Rose locking tremolo, ou simplesmente Floyd Rose é um tipo de ponte (flutuante) com travamento desenvolvido para guitarra. Floyd D. Rose inventou a alavanca com trava em 1977, a primeira deste tipo é hoje fabricada por uma empresa de mesmo nome. Esta ponte ganhou popularidade na década de 80 através de guitarristas como Eddie Van Halen, Joe Satriani, Steve Vai entre outros.

Mr. Floyd D. Rose com sua Kramer

Breve histórico

Floyd D. Rose começou a trabalhar no que viria a se tornar a Floyd Rose tremolo em 1976. Ele tocava numa banda de rock da época (inspirados em Hendrix e Deep Purple). A profissão de rose até aquele momento era joalheiro, então usou suas ferramentas para criar uma porca de bronze que travava as cordas no lugar (nut) com 3 grampos em forma de "U"e instalou esta porca em sua fender stratocaster 1957. Mais tarde ele melhorou o projeto usando aço endurecido e redesenhou a ponte.

As primeiras pontes e nuts eram todos feitos a mão por Rose e passaram rapidamente a serem usados por guitarristas da época, talvez mais notavelmente por Eddie Van Halen.

A Primeira patente foi concedida em 1979, e pouco depois, Rose fez um acordo com a Kramer guitars, porque ele não podia manter-se com a demanda de fabricação manual. Os modelos de guitarra da Kramer com floyd rose se tornaram muito popular, o que levou outros fabricantes a fazerem pontes semelhantes, violando a patente.

Na década de 80 foi necessário atualizar o projeto e foi adicionado o conjunto de sintonizadores (micro-afinação) que permitiam afinar a guitarra depois que as cordas estivessem travadas no nut. Mais tarde os modelos patenteados foram licenciados para outros fabricantes usarem.

Princípios

Os princípios básicos da ação de uma ponte flutuante de duplo bloqueio são mostrados na foto abaixo.



(Suas proporções são "exageradas" para demonstrar o efeito)

A posição I ilustra uma ponte Floyd Rose idealmente ajustada. A ponte (laranja) equilibra em um ponto através de pivôs, sendo puxado para a esquerda pela tensão das cordas e no sentido contrario pelas molas. Controlada por meio de parafusos de ajuste especial (roxo), estas duas forças são equilibradas de modo que a superfície da ponte é paralela ao corpo da guitarra. As cordas são hermeticamente travadas com um mecanismo especial no nut (verde), bem como na ponte, portanto, "bloqueio duplo" (double locking).

Posição II ilustra a ponte quando a alavanca é empurrada para baixo, em direção ao corpo da guitarra. A ponte gira em torno de um ponto de pivô para a esquerda e a tensão em cada corda diminui, baixando o tom de cada corda. Enquanto a tensão das cordas diminui, a tensão das molas aumenta. O fato das cordas estarem travadas na ponte e no nut permite que elas retornem afinadas quando a força sobre a alavanca é removida.

Posição III ilustra a ponte quando a alavanca é puxada para cima, para longe do corpo da guitarra. Ao contrario da posição II, a tensão nas cordas aumenta e a tensão nas molas diminui, aumentando o tom de cada corda. O equilíbrio entre cordas e molas faz com que a ponte retorne ao normal quando deixa de ser puxada para cima. Observe que ao usar a alavanca em ambos sentidos (para baixo ou para cima) a distância entre as cordas e o fretboard (escala) é afetada.

Vantagens e desvantagens

A principal vantagem do sistema Floyd Rose é sem dúvida o duplo bloqueio das cordas, que permite que a guitarra se mantenha afinada por mais tempo mesmo em situações de uso "extremo" da alavanca. Por outro lado a quebra de uma corda no meio de uma performance pode tornar-se um transtorno, porque neste caso o equilíbrio de tensão entre as cordas e as molas é interrompido, causando assim a perda da afinação. A mudança de afinação ou calibre de corda, requerem que este sistema seja regulado novamente de acordo com a nova afinação ou calibre desejado.


Outro tema de muita controvérsia é o efeito da ponte no timbre, que para muitos guitarristas, fica "agudo" e "magro" perdendo sustain, o que levou ao desenvolvimento de diversas mudanças no material, rigidez e tamanho da ponte.

Modelos e variações

Floyd Rose Original: É o modelo mais antigo ainda em produção. Desde 1977 a produção permaneceu inalterada, unicamente com mínimas mudanças. As primeiras unidades tinham sistema double locking, mas não apresentavam micro afinação, necessitando destravar o nut cada vez que fosse preciso mexer na afinação. Note que o nome "Floyd Rose Original" é usado para diferenciar este sistema da "Floyd Rose Licensed". Estes modelos são fabricados por diferentes empresas e entre elas podemos destacar a PING e a alemã SCHALLER, esta última considerada a melhor !!! Muitas pessoas se confundem  porque estas marcas também fabricam seus modelos licensed (licenciado) mas de qualidade muito inferior.


Floyd Rose II: É uma versão inferior à Floyd original, usado principalmente em instrumentos de importação e de gama média. Originalmente, a Floyd II eram com travamento único, travando apenas no nut. Versões posteriores foram feitas com bloqueio duplo, mas usou materiais mais fracos do que a Floyd Rose original, tornando-as menos confiáveis.


Floyd Rose Pro: É uma versão Lo Profile (inferior) que a Floyd Rose Original. Foram feitas modificações na ponte buscando com que a mão do guitarrista possa estar mais perto das cordas na hora de acionar a alavanca. A micro-afinação está situada num angulo mais comodo para seu acionamento.


Floyd Rose Special: Trata-se de um modelo "econômico" da Floyd Rose Original. Contestado por muitos pela qualidade inferior dos materiais. Ainda assim "segura" bem a afinação, trazendo assim adeptos, pelo preço reduzido.


Floyd Rose Speed Loader: É um redesenho desenvolvido em 1995-1996 e introduzido em 2003, que combina a Floyd Rose Original com o sistema "SpeedLoader", desenvolvido para superar possíveis desvantagens do modelo Original, mas que necessita de cordas especiais.


Floyd Rose 7 strings: É um redesenho da Floyd Rose Original só que para guitarras de 7 cordas. O desenho e o funcionamento são praticamente iguais. O Nut apresenta 4 parafusos, diferente do modelo de 6 cordas, que apresenta 3 parafusos.



Floyd Rose Licensed: São sistemas fabricados por varias empresas sob licensa Floyd Rose. Estes modelos geralmente seguem o desenho original e sua funcionalidade mas a qualidade dos materiais (não só da ponte mas dos pivôs e Nut) é inferior, o que causa baixa estabilidade na ponte. São utilizadas em guitarras de baixo e médio custo, apresentam o logo do fabricante e a frase "Licensed under Floyd Rose Patents". A Ibanez Pro Tremolo é considerada a melhor variação realizada deste sistema, sendo ainda citada por muitos como superior a Floyd Rose Original...(afirmação que na minha opinião é exagerada). A Ibanez é também  considerada por muitos como a melhor fabricante de Floyd Rose Licensed. Pode-se destacar também a japonesa GOTOH, que fabrica modelos parecidos com os TRS Tremolos e Edge tremolos (excelente qualidade e considerada uma referência no segmento).




Ibanez Edge: É um sistema com double locking tremolo baseado na Floyd Rose Original. A Ibanez como muitos fabricantes de guitarras, compraram licenças para fabricar tremolos Floyd Rose a partir de sua idéia inicial e a primeira aparição na linha Ibanez foi em 1986.


A Ibanez Edge oferece melhorias em relação ao Floyd Rose original:

- Locking studs (para melhorar a estabilidade da afinação),
- Um retentor de mola no bloco da ponte,
- Alavanca pop (mais distanciadas dos carrinhos).

Marcou um enorme sucesso no final dos anos oitenta e continua sendo a escolha de guitarristas como Steve Vai e Joe Satriani. Tom Morello também é conhecido para instalar estas pontes em suas guitarras que não são Ibanez. Existem muitas variações deste modelo da Ibanez:

Lo-Pro Edge (1990)


Double Edge (2000)


Fixed Edge (2002)


Edge Pro (2003)


Edge Pro II (2003)


ZR-(Zero Resistence) (2003)


Edge III (2005)


ZR II (2008)


SynchroniZR (2008)


Edge Zero (2008)


Popularidade

Ao longo do tempo este modelo de ponte trouxe adeptos de "peso". (principalmente guitarristas de rock e fusion) Além de Van Halen, Satriani e Steve Vai que ja foram citados neste post, podemos citar outros ícones como Allan Holdsworth, Greg Howe, Dimebag Darrel, Kiko Loureiro, Kirk Hammet, George Lynch, Tony MacAlpine, Jeff Hanneman, Adrian Smith, Dave Murray, Herman Li entre muitos outros...

Na duvida procure sempre um bom Luthier...espero ter ajudado...Abraços !!!