9 de mai de 2013

Gittler Guitar. Uma nova tendencia ?

Em meados dos anos 70, um designer nova iorquino chamado Allan Gittler desenvolveu guitarras que vão um pouco mais além sobre o conceito da madeira como fonte primária de som. Gittler queria levar esse conceito adiante, também para demonstrar aos colegas construtores que o "papo" de sustain e madeira era uma completa idiotice. Então ele fez uma guitarra em que a madeira não existia.

Gittler e seu invento em Nova York, no começo dos anos 80.

Esta guitarra apresentava estrutura de aço inoxidável, como se fosse uma espinha de peixe, com 31 trastes, captadores individuais para cada uma das cordas, pesando menos de 2 kg e uma micro afinação revolucionária.

Uma destas Gittler Guitar foi adquirida por Andy Summers (The Police). Alguns destes modelos de guitarra podem ser vistos em prestigiados museus de arte moderna pelo mundo afora.

Allan Gittler construiu apenas sessenta destas guitarras e três contrabaixos, antes de imigrar para Israel, onde mudou de nome e nunca mais voltou a insistir no assunto. Gittler morreu em 2003.

Mais tarde o guitarrista e metalúrgico Russ Rubman comprou um destes modelos num leilão e decidiu ressuscita-las. Mas para isso Russ Rubman teve que entrar em contato com Yoni (filho do Sr. Gittler) que ainda mantinha os direitos da Gittler Guitar, e assim, começaram a trabalhar no renascimento das guitarras.

Este ano, eles introduziram a nova Gittler Guitar mas com algumas diferenças. Embora o conceito seja mantido, o material escolhido foi o titânio. Também foi acrescentado um captador Hexafônico Midi.

Como Inlays, usaram um engenhoso sistema de LED. Os fabricantes também afirmam que as notas são audíveis além do 31 traste, o que eles chamam de "Infinity Gliss".





O preço? À partir de 4.395 Dólares nos E.U.A e são feitas sobre encomenda.

Não sei quanto a você, mas fico curioso para testar uma guitarra dessa.

Para mais informações visite Gittler Guitar official website

Até a próxima !!!